Ás vezes

Às vezes Isabella Castro   Às vezes eu queria Não fazer poesia Não ter obedecido tanto Minha mãe e até minha tia Por vezes eu gostaria de sentir mais alegria que nostalgia de um não sei quê Simplesmente acordar animada E rir daquelas horríveis piadas que contam por aí Gostaria enormemente de ser despertada Por […]

Atropelamento de pedra

Atropelamento de pedra Isabella Castro   Aquela pedra atravessara inocentemente meu caminho Eu não tinha como pula-la, desvia-la ou simplesmente contorna-la Eu não podia retirar os olhos dela, pois a luz por ela lançada Alcançara bem mais que meu olhar… Perigosamente penetrara meus ouvidos, meus poros, meus dentes Alfinetando cada um de meus sentimentos e […]

De que lado você está?

De que lado você está? Isabella Castro   Eu padecia de uma certa nostalgia quando me dava conta de que jamais reuniria todas as pessoas queridas, toda a minha turma, numa festa só, numa alegria só, numa energia só, numa noite só, numa cena só! Com a idade e a maturidade fica mais fácil de […]

Tão

Tão Isabella Castro   Certa vez me perguntaram Por que a psicanálise, sendo um tratamento tão longo, tão caro e tão moroso, continua tão procurado em um mundo tão veloz, Tão avançado e  tão eficiente? Ao que respondi A psicanálise se mantém, simplesmente, porque o sujeito não é tão veloz Não é tão eficaz Não […]

Sweet Dream

Sweet  Dream Isabella Castro   E na medida em que as horas vão passando A realidade vai penetrando no tempo As cortinas vermelhas, as pérolas, as flores E a meia luz, vão se misturando ao cheiro da chuva. As palavras, trêmulas e suadas, desaparecem na estrada A magia vai dando lugar ao engarrafamento A sede […]